domingo, 12 de maio de 2013

Dieta dos 31 dias


Faz amanhã uma semana que comecei a cumprir a dieta dos 31 dias. Toda a gente falava da dieta que era fácil, que se notavam os resultados, etc e etc e eu experimentei. Por enquanto tudo muito bem. Esta primeira semana não foi assim tão complicada, e segundo o livro, os primeiros dias são os piores. No entanto, naturalmente que algumas coisas me custaram mais que outras.
Então, o que custou, e o que não custou?

Partes más (até agora):
- Nos primeiros 3/4 dias andei muito irritadiça, não sei porquê, não sei se foi da falta dos hidratos de carbono ou dos açúcares, ou se terá a ver com ter coincidido com uma altura com algumas chatices no meu trabalho.
- O lanche. Ai! Aí custa-me muito, porque eu sou a "menina dos lanches", lanche que é lanche, para mim inclui pão e cappuccino, o que tento fazer é jantar mais cedo do que anteriormente (quando muitas vezes nem jantava) para nem me lembrar que lanchei só um iogurte e um queijinho ou qualquer coisa assim.
-Entre o jantar e a hora de ir para a cama houve dias em que senti fome, mas tenho utilizado chás para disfarçar a coisa.
- Tenho acordado com fome e com dores de cabeça (que penso que poderão vir dessa fome), mas mal tomo o pequeno-almoço fico ok.
- Por incrível que pareça a sopa e a fruta têm sido coisas que me têm feito muita falta. São duas coisas que como diariamente e de que sinto saudades.
- Claro que deixar de lado as minhas adoradas bolachinhas também me doeu nos 2/3 primeiros dias, a partir daí nunca mais me lembrei delas.
- Depois do chamado "dia da asneira" (que é permitido) do qual usufruir ontem, foi-me difícil hoje dizer adeus às coisas boas.
- Para mim é um grande sacrifício cozinhar, e como algumas receitas não agradam ao meu namorado, que não precisa nada de dieta, às vezes faço dois pratos, o que rouba muito tempo. O que tenho optado por fazer, é cozinhar um prato em maior quantidade, e assim já me dá para o almoço e para o jantar.

Partes boas (até agora):
- Não me custou nada não comer os hidratos de carbono. Acredito que o meu organismo se tenha ressentido, e daí o mau humor e a fome pela manhã, mas não é daquelas coisas com que tenha ficado com desejos por não comer.
- As receitas propostas são mesmo muito boas. E o que mais gosto é que como a maioria são para mim novidade, estou sempre ansiosa para experimentar a próxima receita, o que me motiva muito.
- O "dia da asneira" é mesmo muito bom, assim temos esta meta e é mais fácil contermo-nos no resto da semana. A meio da semana tive um lanche de aniversário, mas como sabia que no sábado tinha um jantar contive-me. No aniversário comi dois ovinhos cozidos com atum, e gelatina, portei-me lindamente. Ontem, no jantar, então comi o que me apeteceu. A maioria eram coisas permitidas, apenas os doces e um copo de vinho foram os "pecados".
- O facto de termos mensagens de incentivo no livro ajudam-nos a manter a moral e é bem mais fácil manter a motivação.

Portanto, por enquanto tudo a correr bem, e eu muito contente por durante uma semana ter sido uma linda menina.

Sem comentários:

Enviar um comentário